pois...
13
Abr 08
publicado por Sebastião Marques Lopes, às 17:01link do post | comentar

Desde pequeno que sempre adorei os KISS. Eles eram um bocadinho góticos lá isso é verdade, mas passava-me sempre que ouvia os seus grandes êxitos.

Hot, hot, hotter than hell
You know she's gonna leave you well done
Hot, hot, hotter than hell
Burn you like the midday sun .
Quando era pequeno, e não sabia os nomes dos membros lá muito bem, perguntei ao meu pai quem era o Tommy Thayer. Sabia que era um guitarrista, mas não sabia bem em que banda é que ele tocava. O meu pai a rir-se disse-me assim:

- Adivinha. Eles tocam muito mal e põem a língua de fora.

Quando ouvi isto ia desmaiando. Como é que é possível não gostar de KISS? Comecei a perguntar a mais gente a sua opinião sobre os KISS e parecia que era o único. – Uns ratos de rua!!!! – dizia o meu avô.

  - Beijo é o símbolo do amor, não deve ser gasto só para que uns rufias quaisquer poderem fazer poluição sonora – dizia a minha avó.

Estas acusações foram frias e duras. Desde então, decidi dedicar-me ao Mozart.

mais sobre mim
blogs SAPO